A Flip 2019 acontece entre 10 e 14 de julho. O evento vai homenagear Euclides da Cunha. Veja agenda completa. A escritora americana Kristen Roupenian, autora de ‘Cat person’, primeiro nome confirmado para a 17ª Festa Literária Internacional de Paraty
Elisa Roupenian Toha/Divulgação
A organização da 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) anuncia na terça-feira (5), em São Paulo, a programação do evento.
A Flip 2019 acontece entre 10 e 14 de julho. O evento vai homenagear Euclides da Cunha (1866-1909), e já havia anunciado até aqui dez convidados:
a escritora americana Kristen Roupenian, autora do conto “Cat Person”;
a professora emérita de teoria literária e literatura comparada da Universidade de São Paulo (USP) Walnice Nogueira Galvão, especialista em Euclides da Cunha e Guimarães Rosa (1908-1967);
o angolano Kalaf Epalanga, autor de “Também os brancos sabem dançar” e integrante da banda de kuduro Buraka Som Sistema;
a escritora canadense Sheila Heti, autora do romance “Maternidade” e considerada um dos principais nomes da literatura em língua inglesa contemporânea;
a escritora, psicóloga e artista portuguesa Grada Kilomba, autora de “Memórias da plantação: Episódios do racismo cotidiano” e militante do feminismo negro;
a escritora cubana de origens cubana e austríaca Carmen Maria Machado, autora de “O corpo dela e outras farras” (Planeta);
a jornalista e escritora venezuelana Sainz Borgo, autora de “Noite em Caracas” (Intrínseca);
a escritora nigeriana Ayobami Adebayo, autora de “Fique comigo” (Harper Collins);
o crítico e teórico de cinema Ismail Xavier;
a israelense Ayelet Gundar-Goshen, considerada expoente da jovem literatura de seu país;
e a escritora e jornalista pernambucana Marilene Felinto.
A curadora do evento neste ano, Fernanda Diamant, é uma das editoras da revista literária “Quatro cinco um”.
Quarta-feira, 10 de julho de 2019
19h – Mesa 1: Canudos – Walnice Nogueira Galvão
Quinta-feira, 11 de julho de 2019
10h30 – Mesa 2: Bendegó – Aparecida Vilaça
12h – Mesa 3: Uauá – Adriana Calcanhotto, Guilherme Wisnik e Nuno Grande
15h30 – Mesa 4: Sincorá – José Miguel Wisnik
17h – Mesa 5: Bom Conselho – Kristen Roupenian e Sheila Heti
19h – Mesa 6: Serra Grande – Maureen Bisilliat
20h30 – Mesa 7: Quirinquinquá – Gaël Faye e Kalaf Epalanga

Sexta-feira, 12 de julho de 2019
10h – Mesa 8 (Zé Kleber): Cumbe – Marcela Cananéa e Marcelo D’Salete
12h – Mesa 9: Angico – Ayelet Gundar-Goshen e Ayobami Adebayo
15h30 – Mesa 10: Tróia de Taipa – José Murilo de Carvalho
17h – Mesa 11: Jeremoabo – Karina Sainz Borgo e Miguel Del Castillo
19h – Mesa 12: Mata da Corda – Grada Kilomba
20h30 – Mesa 13: Vaza-Barris (O Irapiranga dos Tapuias) – Ailton Krenak e José Celso Martinez Corrêa
Sábado, 13 de julho de 2019
10h30 – Mesa 14: Cansanção – Marilene Felinto
12h – Mesa 15: Monte Santo – Ismail Xavier e Miguel Gomes
15h30 – Mesa 16: Poço de Cima – Grace Passô
17h – Mesa 17: Vila Nova da Rainha – Carmen Maria Machado e Jarid Arraes
19h – Mesa 18: Massacará – Stuart Firestein
20h30 – Mesa 19: Cocorobó – Cristina Serra e David Wallace-Wells
Domingo, 14 de julho de 2019
10h30 – Mesa 20: Santo Antônio da Glória – Braulio Tavares e Mariana Enriquez
12h30 – Mesa 21: Livro de Cabeceira- Participação especial: Amyr Klink

https://g1.globo.com/pop-arte/