17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) termina neste domingo (14) com duas mesas. Amyr Klink, Jarid Arraes, Kalaf Epalanga e Mariana Enriquez encerram a Flip 2019
Divulgação
A 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) termina neste domingo (14) com duas mesas: um debate sobre ficção científica e literatura fantástica e uma reunião de convidados que participaram da programação deste ano.
O escritor e pesquisador Braulio Tavares e a escritora argentina Mariana Enriquez dividem a primeira mesa do dia.
Enriquez escreve histórias góticas, de terror e ficção científica com cenários pouco famosos da Argentina: bairros periféricos e cidades pequenas. Os dois falarão sobre esses gêneros e outras tendências literárias atuais.
E para encerrar a programação, quatro autores convidados participam da tradicional mesa de despedida. Jarid Arraes e Kalaf Epalanga, que tiveram participações de sucesso na edição, se juntam a Mariana Enriquez e ao navegador Amyr Klink para lerem trechos de seus livros preferidos.
Contenção
Pelo quarto ano seguido, a Flip tem uma edição marcada por contenção de despesas e reduz o número de debates do último dia.
Em 2016 e em 2017, o evento fechou com programação mais magra e sem estrelas de grande alcance, diferentemente de anos anteriores.
A Flip 2016 teve três mesas no domingo, uma a menos em relação a 2015 e 2014, quando participaram nomes como Leonardo Padura e Fernanda Torres. Já a Flip 2017 teve apenas duas mesas, sendo uma delas a “Livro de cabeceira”. Em 2018, foram três, uma delas com o cantor Zeca Baleiro.
Veja, abaixo, a programação restante da Flip 2019
Domingo, 14 de julho de 2019
10h30 – Mesa 20: Santo Antônio da Glória – Braulio Tavares e Mariana Enriquez
12h30 – Mesa 21: Livro de Cabeceira- Participação especial: Amyr Klink

https://g1.globo.com/pop-arte/