‘Apego é muito maior do que só a relação entre mãe e filho’, defende atriz, de volta ao trabalho 8 meses após dar à luz. Ela promove filme e estará em próxima trama das 21h. Isis Valverde com o filho, Rael
Reprodução/Instagram/Isis Valverde
Isis Valverde está de volta ao trabalho após o nascimento de Rael, seu primeiro filho, agora com oito meses.
Ela promove o longa “Simonal”, em cartaz nos cinemas, e se prepara para atuar na novela que substituirá “A dona do pedaço” na faixa das 21h da Globo.
Mas ela admite que não está sendo fácil. “É difícil deixá-lo em casa, perder o sorrisinho dele. Agora ele já tá ficando em pé, é difícil perder isso”, diz ao G1. “Se ele andar sem mim, eu vou morrer”, brinca.
O último trabalho de Isis na TV foi a protagonista Rita de “A força do querer”. A novela acabou em outubro de 2017 e, pouco mais de um ano depois, a atriz deu à luz o filho.
Para o novo trabalho, ainda sem título e data de estreia divulgados, ela mudou o cabelo – ficou ruiva – e a rotina de cuidados com Rael.
Initial plugin text
“É a vida. Como diz Tais Araújo, que é toda bem resolvida: ‘Vai ficar em casa? Vai ficar lá toda deprimida, perdendo as coisas? Você é artista!’.”
‘Laço físico’
Casada com o modelo André Resende, Isis defende que pais e mães têm relações diferentes com os filhos após o nascimento.
Initial plugin text
“Muita gente fala que o homem vira pai quando a criança nasce, meu marido até que não. Mas é nosso corpo que modifica, é nosso humor que está em jogo, os hormônios nos falam, não a eles”, explica.
“Não estou romantizado nada, mas o apego é muito maior do que só a relação entre mãe e filho. É o laço físico, coisa de fluido.”

https://g1.globo.com/pop-arte/